Dados mestres podem ser entendidos como as informações cruciais de um negócio, que podem ser armazenados em sistemas diferentes e utilizados para diversas situações dentro de uma mesma empresa.

Estas informações são dados já consolidados que auxiliam o núcleo estratégico empresarial a manter a competitividade no mercado, representando grande impacto quando direcionados de maneira correta, auxiliando empresas a entenderem suas situações (através de uma visão macro de negócio) com referências consistentes que devem estar sempre acessíveis para que a rapidez das possibilidades de resposta também seja melhorada a cada momento.

O gerenciamento destas informações consiste em identificar quais são estes dados e de onde eles veem, cruzando ainda casos repetidos que possam influenciar na qualidade da utilização, criando assim, uma fonte única e integrada de dados que pode ter diversas fontes iniciais, mas que consegue eliminar os conflitos e duplicações.

Ao permitir que o gerenciamento de dados cruciais seja realizado através de uma plataforma única, relacionar as informações e disponibilizá-las mediante a necessidade de cada departamento fica mais fácil e rápido, ajudando ainda na adequação de normas internas e leis referentes ao uso e proteção de dados.


Mas de onde vem exatamente esses dados?

Dados mestres podem ser divididos em informações provenientes de quatro grandes categorias de dados organizacionais:

– Pessoas: Sendo elas clientes, colaboradores, fornecedores ou parceiros

– Localização: Cidades, estados, endereços, matriz, filiais ou redes distributivas

– Objetos e situações: Produtos, materiais e serviços

– Organizacional: Estrutura de negócios, vendas regionais ou divididas por departamento, centros de custos e planos de contas e valores.

É importante citar que dentro destas categorias pode haver também a situação de dados transacionais, que auxiliam ainda nas ocorrências de BI dos negócios.


Qual a importância no cotidiano?

Dados mestres são as informações essenciais que a empresa coleta durante toda sua existência, independentemente de sua atividade ou tamanho. Ao não cruzar informações que podem ser redundantes ou desatualizadas, o escopo estratégico é invariavelmente atingido, fazendo com que os objetivos da empresa não estejam em conformidade com suas próprias situações.

Além disso, o gerenciamento de dados mestres elimina erros de usuários que todas as empresas estão sujeitas, justamente por alinhar toda e qualquer fonte de entrada de dados e analisar as informações, de modo que o cruzamento delas seja o mais fiel a realidade possível, para que o uso de seus dados garanta que as equipes de trabalho consigam acesso a informações qualificadas e ainda em segurança e conformidades regulatórias (como no caso da LGPD).

Ao adotar soluções de gerenciamento de dados mestres, as empresas passam a ter mais agilidade em seus processos baseados a dados, além de maior segurança sobre estas ações, sendo possível disponibilizar às equipes apenas informações que forem realmente necessárias a cada departamento, sem que isso empobreça o registro macro de informações, nem limite aos tomadores de decisões a visão macro sobre o negócio e suas maiores necessidades.


Comments: 0

There are not comments on this post yet. Be the first one!

Leave a comment