Diversas empresas começam a preparar sua governança de dados para que, além de manter a competitividade dos negócios, possam também se adequar às novas regulamentações de dados presentes em diversos lugares do mundo.

A GDPR (Regulamento Geral sobre a Proteção de Dados Europeia) e a LGDP (Lei Geral de Produção de Dados Brasileira) devem mudar a maneira como as empresas mantém seus ativos digitais, onde as políticas e objetivos dos dados devem estar atreladas ao melhor gerenciamento destas informações .

Com o atual cenário, é imprescindível o apoio em soluções que consigam melhorar a qualidade e a segurança dos dados. Para isso, é necessária uma estrutura de dados altamente responsiva, além de uma melhor mitigação desses dados.

Soluções que abordam o gerenciamento e a disponibilidade de dados mestre (ou MDM) são um apoio à qualidade já instaurada da governança de dados, que permite além de melhores ações estratégicas, uma alta configurabilidade para se adequar às novas leis.

O gerenciamento de MDM identifica o caminho de entrada dos dados, para quais usuários devem ser disponíveis e por quanto tempo será a retenção.. Além disso, as soluções digitais devem cruzar situações divergentes e convergentes, de modo a dispor apenas dados confiáveis e reais.

Com isso, o descarte de informações irrelevantes pode ser realizado sem grandes preocupações, uma vez que dados cruciais já foram disponíveis para os devidos departamentos autorizados no momento da coleta (condição instaurada pela LGPD).
Obter controle de dados deve ir além de apenas se adequar as condições impostas por novas leis sobre o assunto. Tais condições devem ser analisadas como oportunidades de melhoria e mitigação estratégica dos negócios, onde há um retorno para a sociedade (serviços de maior qualidade) e para o ramo empresarial (estratégias mais assertivas).

Usar soluções MDM traz mais confiança no uso de dados que, quando apoiado a uma governança de qualidade, deve tornar mais cotidiano o processo de adequação às novas regulamentações, além de trazer melhorias estratégicas aos negócios.


Comments: 0

There are not comments on this post yet. Be the first one!

Leave a comment