Diversas pesquisas e indicadores, nacionais e internacionais, mostram a realidade pouco competitiva da atual indústria brasileira, com problemas muitas vezes estruturais e que dificultam a aquisição de novas soluções que agem para aumento da influência a novas práticas de mercado, além de atuar positivamente na economia do país.

A Confederação Nacional da Indústria (CNI) divulga desde 2012 relatório anual com informações industriais sobre dezoito países, a “Competitividade Brasil: comparação com países selecionados” dispõe de informações sobre diversas nações, incluindo Canadá, China, Rússia, África do Sul, Turquia, Colômbia, Argentina, entre outros. No último relatório divulgado em 2018, o Brasil ficou em penúltimo lugar, estando a frente apenas da Argentina. A avaliação tem o intuito principal de apontar as deficiências e ressaltar eventuais forças do país, convidando as empresas a olharem suas dificuldades e partirem para ações mais efetivas para as inúmeras defasagens constatadas.

A ineficiência da atual infraestrutura foi pontuada como um dos motivos de maior discrepância com os outros países analisados, os fatores Tecnologia e Inovação, além de logística, foram pontos de grande responsabilidade pela recente posição nacional.

No entanto, o relatório da CNI apenas mostra de maneira formal, situações que diversas empresas em todo o território nacional sentem no cotidiano, onde a infraestrutura atual causa inúmeras dificuldades em:

  • Rastreabilidade de ativosSeja de objetos e veículos móveis, matéria-prima, produto semiacabado ou material final. O rastreamento possibilita identificação precisa do material usado para confecção de determinado produto, ou mesmo os caminhos percorridos em todo o ecossistema da empresa. Permite identificação de diversos lotes disponíveis e real usabilidade de todas as ferramentas no ambiente, além disso, o rastreamento pode promover a identificação de possíveis falhas e propiciar as condições ideais para controle de produção e ações de manutenções preventivas para interferir o mínimo possível na produção geral.
  • Gestão eficiente de documentaçãoDiversas normas regulamentares muitas vezes criam departamentos inteiros desestruturados, com esforços muitas vezes difusos para controle de revisão, armazenamento, validação e organização de regulamentações e certidões que possibilitem atividades essenciais para o seguimento que a Indústria estiver inserida. A preocupação em organizar tais documentos pode influenciar inclusive,em ideias estratégicas a serem estabelecidas. Optar por armazenamento digital proporciona disposição de mais espaço físico para outros departamentos, além de permitir o controle abrangente de todas as informações interessantes a empresa e a sua legalidade.
  •  Avaliação massiva de indicadores de qualidadeO controle de qualidade é essencial em qualquer atividade exercida, a infraestrutura exerce bastante influência na plena autoridade sobre as práticas de produção, manter histórico atualizado sobre estas informações pode diminuir custos, através do uso total da matéria-prima, ferramentas e outros ativos essenciais.

Estas deficiências mostram que ocorre falta de gestão integral de diversos, se não todos os departamentos industriais atualmente no Brasil, onde é imprescindível promover a conexão integral de negócios para controle de diversos aspectos conflitantes, de modo a aumentar a competitividade no mercado nacional e internacional.

É preciso identificar toda situação favorável a melhorias, com metodologias e ferramentas novas que possam ser implementadas com eficiência aos processos de otimização de diversos setores, aferindo no aumento da lucratividade ao longo do tempo, além de prover a melhora da reputação do negócio perante a sociedade e seu mercado.

Uma maneira de preparar empresas para otimização destas situações é o apoio da Indústria em empresas tecnológicas que estejam aptas a assessorá-las nesta mudança de infraestrutura, resguardando soluções digitais que tragam a conexão global de todos os processos de modo a fornecer a diretores e gerentes de departamentos, relatórios precisos em situações de tempo real para tomada de decisões rápidas e com grandes resultados.

Engenharia de dados, Analytics, Machine Learning e IoT trazem um combinado de opções pronto para solucionar diversas situações divergentes, enquanto coloca o Brasil no roll de países com maior confiabilidade de produção, por começar a se apoiar em tecnologias confiáveis e que garantam a qualidade, segurança e procedência exata da produção.

As empresas que ainda ignoram a evolução ocorrendo no mundo através destas soluções tecnológicas, devem iniciar quanto antes processos para profunda transformação cultural de sua gestão, promovendo soluções inovadoras com o apoio de novas tecnologias que alcancem qualidade operacional de excelência sem situações que estejam em desalinho com as estratégias analisadas pela falta de real percepção de todo o ambiente do negócio.


Comments: 0

There are not comments on this post yet. Be the first one!

Leave a comment