É um fato universal: se determinada empresa tem um bom atendimento ao cliente, irá facilmente conquistar novos consumidores, além de gerar predisposição natural para superar a concorrência.

O atendimento ao consumidor deve ser sempre o centro de qualquer negócio, pois faz com que a empresa compreenda mais sobre os gostos e insatisfações do público alvo, resultando no lançamento de produtos cada vez mais adaptados aos diversos momentos do mercado. Um bom atendimento ao consumidor também ajuda a descobrir se os clientes estão enfrentando problemas em termos de comunicação ou sistema geral de comércio eletrônico. Assim, melhorar a qualidade do atendimento ao cliente deve ser sempre umas das principais iniciativas do negócio.

Big Data pode afetar diretamente no atendimento ao cliente, pois consegue auxiliar drasticamente na melhora de todas as fases de um bom atendimento. Quando um cliente é lembrado, através das informações que a empresa analisou sobre seu perfil (que pode chegar a casa dos milhões), é mais provável que o consumidor se sinta importante ao ser relacionado a situações, ofertas e novas compras que se adaptam melhor ao seu estilo de vida. Não é novidade que os clientes querem se sentir importantes, mesmo que existam centenas, ou milhares de clientes com as mesmas necessidades. Ter as informações corretas sobre um determinado cliente pode ser extremamente útil, especialmente para a sugestão de novos produtos. Vale lembrar que os dados nem sempre estão no mesmo formato (não-estruturados), como por exemplo os posts em uma mídia social; eles podem conter palavras, imagens ou emojis. Por isso, é essencial possuir tecnologias que consigam compilar e analisar informações de acordo com a necessidade de cada negócio. Para o exemplo que demos de dados não-estruturados, o indicado é ter um Data Lake, que é um banco de dados feito para armazenar diferentes tipos de informação.

Nos dias de hoje, há uma quantidade exorbitante de dados sendo gerados através de nossas interações digitais. Esses dados, quando coletados e examinados adequadamente, podem mostrar muito sobre as preferências de consumo. Assim, a análise de buzzwords desempenha um papel fundamental na organização quando iniciam sua jornada de transformação digital, a fim de determinar fatores de sucesso. De outra forma, o Big Data é conhecido como o salvador das empresas digitais, pois consegue antever situações futuras e dá vida nova a modelos de negócios vulneráveis.

Com a análise dos dados, as organizações podem entender melhor quais canais são frequentemente usados ​​pelos clientes, visando a melhora em outros canais e entendendo as preferência do publico. O Big Data também pode auxiliar na categorização de cada consumidor, os dividindo em faixa etária, poder aquisitivo, ciclos de compras e muito mais! A ferramenta proporciona oportunidades adicionais para que as marcas otimizem as estratégias de omnichannel, além de apresentar uma oportunidade de personalização de atendimento, melhorando as experiências dos clientes. Portanto, ao tentar entender o comportamento do consumidor, as organizações podem resolver divergências com mais eficácia.


Comentários: 0

Ainda não há comentários neste post. Seja você o primeiro a comentar!

Deixar um comentário